04/09/12

É hoje que vou mudar

Decidi, mal acordei, que hoje era o dia para mudar a minha vida.
Acordei, dez minutos mais tarde, e não dobrei a camisa de noite. Não arrumei as pantufas no roupeiro. Não comi duas torradas nem alinhei as toalhas na casa de banho. Saí de casa sem levar guarda-chuva, deixei a carteira na cadeira da sala.
Hoje, quando chegares a casa, vais encontrar uma pessoa diferente. Vou dizer-te, sem tirar nem pôr, que quero que me arrebates todos os dias como fizeste ontem. Assim, como se eu fosse a única mulher do mundo.